Imobiliária, fuja destes 6 erros com seus clientes!

Erros na imobiliária são comuns, porém alguns, podem prejudicar e muito o setor. Afinal, nos dias de hoje, os consumidores têm se tornado cada vez mais exigentes, seja em qualquer setor do mercado.

Erros imobiliária

Diante desse cenário, é preciso que um corretor de imóveis fique atento aos possíveis erros que possa estar cometendo, para oferecer uma melhor experiência ao cliente. Portanto, continue lendo esse conteúdo para conhecer quais são esses erros e como evitá-los!

Erros da imobiliária

Ser um corretor de imóveis não é uma tarefa muito fácil e, na maioria das vezes, as pessoas orientam sobre o que deve ser feito. Mas, pouco se fala sobre o que não deve ser feito nesse setor.

O papel de um corretor é sempre estar atualizado quanto as novas tendências desse mercado, que por si só já é bastante competitivo. Além de ter que saber lidar com as altas e baixas que são comuns nesse cenário.

E, como dito acima, cada vez mais os clientes estão exigentes, em busca de um bom atendimento. Por isso, para sobreviver nesse mercado e fidelizar um cliente, é essencial que o corretor proporcione uma melhor experiência para ele.

Com isso, não são só pontos que ele deve fazer, assim como aqueles que ele também deve evitar. Com base nisso, nesse conteúdo você poderá conhecer melhor quais são os principais erros a se evitar na sua imobiliária.

As dicas a seguir são úteis, tanto para aqueles que estão começando agora, quanto para aqueles que já estão há um tempo no setor, pois nunca é tarde para aprender algo novo, certo?

1. Primeiro dos erros da imobiliária: Não ouvir o seu cliente

Um erro que muitos cometem sem ao menos perceber, é não ouvir o que o seu cliente tem a dizer. Dessa forma, como você poderá saber o que ele procura, para acertar na oferta?

Muitos, no desejo de vender, acabam sendo tomados pela ansiedade e acabam oferecendo imóveis parados há muito tempo para os clientes. Contudo, na maioria das vezes não é o tipo de imóvel que o cliente está em busca.

Ou seja, quando o corretor fala demais, acaba não ouvindo o que o cliente deseja. Por isso mesmo que é importante falar menos e ouvir mais, uma qualidade que todos os corretores de imóveis devem treinar.

Até porque será preciso prestar atenção ao que o cliente tem a dizer desde o primeiro contato. Para que assim possa saber como conduzir a venda de um imóvel e obter maiores chances de sucesso.

Também é preciso que o corretor faça perguntas relacionadas à venda, para entender melhor o que o cliente procura e tornar mais fácil o trabalho.

2. Não estar sempre disponível

Não estar disponível para o cliente também é um dos erros que podem prejudicar uma venda na sua imobiliária. Ainda mais em um mercado tão competitivo quanto o setor de imóveis, o cliente pode até mesmo desistir dessa negociação e procurar por outra empresa.

Afinal, quem está em busca de um imóvel, seja para alugar ou comprar, deseja obter um processo mais ágil para sanar as suas dúvidas e questões. Isso porque, todas as visitas aos imóveis acabam fazendo com que se perca mais tempo.

Por esse motivo, os clientes precisam que o corretor de imóveis esteja ao seu dispor ou, ao menos, que ele retorne o mais rápido possível. Sendo assim, caso não tenha tempo de estar à disposição do cliente sempre, o ideal é ter vários canais de contato, como:

  • E-mail;
  • WhatsApp;
  • Telefone; e
  • Chat.

Além disso, também é uma boa ideia definir os horários que você estará 100% disponível para atender ao cliente. Assim você não corre o risco de perder uma venda em potencial por não ter dado atenção ao cliente.

3. Pressionar demais = erro da imobiliária!

Ninguém gosta de sentir-se pressionado a alguma coisa, não é mesmo? Ainda mais na compra ou aluguel de um imóvel, algo que demanda mais cuidado e análise.

Por isso que ficar no pé do cliente o tempo todo pode ser um tremendo erro. Ligar de forma insistente, inundar o e-mail ou WhatsApp do cliente com várias mensagens não significa criar um relacionamento e estar presente; na verdade, significa ser chato e inconveniente.

Pressionar cliente - imobiliária

É normal que um corretor, desesperado para fechar um negócio, acabe por pressionar mais os seus clientes. Contudo, essa prática ao invés de incentivar o cliente a fechar o negócio, acaba tendo o efeito contrário.

Para não afugentar os seus clientes, é preciso saber como controlar esse impulso. Portanto, o objetivo é não ser inconveniente, não ligar a todo momento ou mandar inúmeras mensagens para o cliente.

Aliás, essa prática é muito inadequada no setor de imóveis. O objetivo é chegar em um meio termo, é preciso encontrar o equilíbrio entre estar presente e dar atenção ao cliente, mas não ao ponto de sufocá-lo.

4. Não saber do que está falando

Como já dito no início desse artigo, ser corretor de imóveis exige que o lado profissional esteja atualizado. Quando um cliente chega até o corretor, na maioria das vezes, ele já fez uma pesquisa e sabe sobre algo.

Se ao conversar com você, o cliente notar que sabe tanto quanto o corretor ou até mais é bem provável que você perca uma venda. Não é preciso saber tudo, é claro, mas ao menos saber quais são os benefícios e vantagens do imóvel, é o mínimo.

Aliás, é com base nessas informações que você poderá vender melhor e para indicar o imóvel adequado a cada tipo de cliente. Outro ponto importante é sempre manter-se atualizado com relação as altas e baixas do mercado financeiro.

Além disso, ter um conhecimento básico sobre arquitetura, direito e Código de Defesa do Consumidor também é útil. O ideal é não parecer um robô, repetindo as mesmas frases que decorou.

Tenha em mente que a qualquer sinal de dúvida, o cliente poderá desistir de fechar um negócio com você. Portanto, o seu papel é eliminar todas essas dúvidas, e um dos melhores meios é informar-se o máximo possível sobre as características dos imóveis.

Assim você poderá esclarecer ao cliente todas as suas dúvidas, além de causar uma ótima impressão e profissionalismo.

5. Não cumprir acordos, outro erro da imobiliária!

Não cumprir acordos também é um dos erros da sua imobiliária que pode prejudicá-la. Até porque, um corretor de imóveis que não é capaz de cumprir com os seus acordos, não transmite qualquer tipo de confiança.

É indispensável ser transparente e claro durante toda a negociação. Além disso, enganar os clientes vai contra o código de ética profissional dos corretores de imóveis.

Quando o cliente percebe que foi enganado, ele não só deixa de fechar negócio com sua imobiliária, como também pode fazer uma péssima avaliação dela. Com isso, você perde a chance de fidelizar mais clientes.

Sendo assim, saber como manter uma boa reputação e ter uma postura integrada e confiável só irá beneficiar o seu trabalho. Um cliente satisfeito irá indicar os seus serviços para mais pessoas e, com isso, você terá mais chances de fechar outros negócios.

6. Não tratar cada cliente como se fosse o único

No início desse conteúdo foi dito que os clientes de hoje em dia estão sempre em busca de um atendimento diferenciado. Afinal, as pessoas gostam de se sentir únicas e valorizadas.

Saber como despertar essa sensação em seus clientes, aumenta e muito as chances de terminar um negócio. Mas, caso o cliente seja deixado de lado e não receba a atenção que deseja, o contrário acontece.

Ou seja, ele desiste de fechar negócio com sua empresa e busca por uma outra imobiliária. O mesmo ocorre quando você não está disponível para sanar todas as suas dúvidas, como dito antes.

Para evitar que esse erro ocorra, o ideal é tratar cada cliente de maneira única, para que assim ele possa sentir-se respeitado e valorizado. Afinal, alugar ou comprar um imóvel é uma grande decisão, pode até mesmo ser o sonho do cliente.

É por isso mesmo que o atendimento deve ser, sobretudo, humano e individual, com atenção para os desejos de cada cliente em questão. Para isso, basta adotar medidas simples e eficazes.

Para o atendimento ser personalizado e de qualidade, lembre-se sempre do nome do cliente, retornar quando for preciso e, em especial, investir no pós-venda. Esse é um processo que, de modo geral, é bem simples e eficiente.

Você pode, por exemplo, ligar para o seu cliente para perguntar sobre o atendimento, se ele está feliz com o negócio, se ainda tem alguma dúvida, entre outros. Outra opção bem eficiente para fazer no pós-venda é chamar o cliente para visitar a empresa de novo.

Mas, dessa vez, convide-o para conversar brevemente sobre a aquisição. Também ofereça um café e cultive o bom relacionamento com ele, para que ele se sinta especial e bem atendido.

Conclusão

Como você pôde ver nesse conteúdo, esses são alguns dos piores erros da imobiliária que pode cometer sem ao menos perceber. Mas, agora que você já sabe quais são, fica muito mais fácil de evitá-los, não é mesmo?

Caso esteja cometendo algum desses erros, busque melhorar sua conduta e novas maneiras de aprimorar o seu serviço. É importante ter em mente que o sucesso de um corretor de imóveis depende da forma como busca fazer o seu serviço.

Fuja dos erros - imobiliária
Procure sempre se evitar estes erros para assim obter sucesso em suas vendas.

De fato, como vimos a imobiliária precisará enfrentará muitos desafios, porém com boa orientação e disposição para aprender tudo ficará bem!

Por fim, o que você achou desse conteúdo? Foi útil para você? Não esqueça então de compartilhar com os seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.