Como vencer os 7 maiores desafios da gestão imobiliária?

Há muitos desafios da gestão imobiliária que o corretor precisa saber como vencer para garantir o seu sucesso nesse ramo. Afinal, o setor de imóveis é bem competitivo e, por isso, é preciso saber como driblar todos esses desafios.

Além disso, uma boa gestão também é crucial para desenvolver melhor os negócios e entre vários outros fatores. Sendo assim, caso queira saber quais são esses principais desafios e como superá-los, basta continuar lendo esse conteúdo!

Gestão Imobiliária
Foto de Fauxels no Pexels

O que é a gestão imobiliária?

Antes de saber quais são os principais desafios da gestão imobiliária, é preciso saber o que, de fato, é uma gestão. De modo geral, trata-se de um conjunto de práticas que reúne ferramentas e técnicas para captar clientes interessados em adquirir um imóvel.

Tais ações de gestão garantem o aumento da carteira de produtos e serviços. Além de qualificar o atendimento para o público-alvo e reduzir os custos com o aumento dos lucros.

Quais são os principais desafios dela?

Não é segredo pra ninguém que o mercado de imóveis passa por mudanças constantes devido a economia mundial e nacional. Dessa forma, a gestão pode sofrer com impactos nas finanças caso os processos não estejam bem alinhados.

Ou seja, para que a gestão seja mais eficiente, é essencial saber reconhecer quais são os principais desafios que o setor enfrenta e como vencê-los. Portanto, veja logo abaixo os maiores desafios da gestão imobiliária!

1. Comissionamento e gestão imobiliária

Para muitas pessoas, não ter um salário fixo, sem data e quantia certa para receber, é um ponto positivo, pois é possível obter ganhos maiores. Contudo, o lado ruim é o desafio da gestão financeira nesse setor.

Os corretores de imóveis têm uma comissão de valor incerto, pois recebem de acordo com o número de suas vendas mensais. Quando ocorre alguma queda na economia, essas consequências são amenizadas apenas caso haja um plano financeiro.

Afinal, quem é comissionado sabe muito bem a importância de saber como administrar o seu dinheiro, tendo em vista que os ganhos são incertos. Para que não aconteça uma desestabilização financeira que pode causar danos para a empresa, o jeito é planejar.

Planejamento Financeiro

O ideal é que todas as comissões e ganhos da imobiliária sejam programados para pagar as contas fixas, caso tenha uma queda nas vendas de imóveis. Como por exemplo, as comissões do mês de agosto, devem fazer parte das contas que precisam pagar a partir de Setembro, Outubro, Novembro, etc.

Gestão Financeira
Foto de Olia Danilevich no Pexels

Não caia no erro de pagar apenas as contas do mês atual e esperar as comissões de futuras vendas para pagar as contas dos próximos meses. Até porque, como já foi dito, essas vendas podem não acontecer e, com isso, as dívidas se acumulam.

Com dívidas acumuladas, tem também os juros e transtornos que o impedem de realizar um bom serviço. Além disso, jamais gaste todo o valor do orçamento mensal, é vital manter sempre uma reserva caso ocorra algum imprevisto.

Você pode fazer um fundo de caixa para esses períodos em que as vendas estão em baixa, ou até mesmo uma poupança para esse objetivo. Evite gastar e fazer dívidas! Economize o bastante para cobrir os custos da imobiliária, tais como:

  • Aluguel;
  • Seguro;
  • Equipamentos de escritório;
  • Cartazes para os imóveis;
  • Web site;
  • Pagamentos de funcionários;
  • Pagamentos de serviços;
  • Entre outros itens.

2. Gestão de aluguéis

Gerenciar as questões sobre os imóveis locados não é uma tarefa fácil e pode ser um grande desafio porque abrange diversas tarefas. Como, por exemplo:

  • Fazer a conciliação entre locadores e locatários;
  • Realizar o repasse dos valores de aluguéis;
  • Emitir relatórios;
  • Fazer a gestão de contratos;
  • Entre outros.

Além disso, também é função da empresa administrar o pagamento de impostos, reparos feitos dentro do imóvel e aluguel do inquilino. Para evitar problemas com a lei, o ideal é contar com ajuda de profissionais do meio jurídico para elaborar contratos de aluguel e venda.

Caso contrário, é possível que você enfrente problemas quanto aos bens alugados. Para ajudá-lo nesses processos, a melhor dica é adotar uma ferramenta de gestão, como o ERP, para automedição do trabalho nesses processos.

3. Falta de flexibilidade na gestão imobiliária

Um cronograma de atividades e negócios, na maioria das vezes, não é tão flexível, o que pode causar certos desafios. Contudo, é preciso estar disposto para tentar encaixar-se na realidade e realizar mudanças caso seja preciso.

Com a ajuda de recursos tecnológicos, é possível tornar o trabalho do corretor mais eficiente. Além de facilitar o atendimento a todos os clientes por meio de canais de comunicação.

Sendo assim, faça uso das ferramentas disponíveis no mercado para aprimorar os processos de gestão da sua empresa e torná-la mais flexível. Outra dica é traçar uma estratégia, mas não se prender a ela caso tenha prejuízos.

É preciso que sua empresa esteja disposta a fazer mudanças quando notar que o plano inicial não está indo bem. Aliás, muitas são as empresas que tiveram grandes prejuízos financeiros ao trabalhar sem um plano de negócios.

Aprender com os erros e fracassos é essencial para que sua empresa possa crescer cada vez mais. Não esqueça também de incorporar os novos conhecimentos no próximo plano de negócio, até porque não adianta nada aprender se não souber como colocar em prática.

4. Problemas com mão de obra

Cada negócio de uma empresa de imóveis é diferente do anterior e, além disso, cada um terá os seus desafios. A construção é, na maioria das vezes, levada por pequenas subcontratantes e pode ser relevante para os serviços.

Para reduzir a evasão dos trabalhadores e problemas com mão de obra, o ideal é oferecer boas condições de trabalho. Isso inclui as ferramentas para fazer os serviços de modo adequado.

Os processos padrões para contratar serviços demandam um conhecimento prévio das condições técnicas de cada um deles, definição clara do objeto do contrato e qual será a forma de pagamento.

5. Gestão de pessoas

Gerenciar uma equipe de corretores de imóveis é, sem dúvida, um dos maiores desafios de gestão imobiliária. Afinal, como você já sabe, muitos corretores não têm um vínculo empregatício com a empresa em que trabalham.

Gestão de Pessoas
Foto de Jopwell no Pexels

Ou seja, funciona como uma via de mão dupla entre os corretores e o dono da imobiliária. Para que essa relação se desenvolva da melhor forma possível, é necessário ter uma boa gestão de pessoas e também dos processos.

Conduzir a rotina de um corretor de imóveis envolve também os aspectos motivacionais. Há uma serie de fatores que geram impactos nesse setor, como erros de rodízio e nos valores das comissões, clima de competitividade alto, etc.

De modo geral, para que uma gestão de pessoas possa ser eficiente, é preciso, além de ser justo com o comissionamento como dito antes, evitar erros de rodízio. Fique atento sobre quem é o corretor da vez, para evitar problemas na empresa.

6. Infraestrutura de trabalho

A infraestrutura de trabalho também pode ser um problema, visto que compromete o desempenho da equipe, caso não seja adequada. Sendo assim, faz parte de uma boa gestão fornecer subsídios para que o time de corretores possa trabalhar melhor.

Mesas e cadeiras confortáveis podem fazer uma grande diferença na infraestrutura física. Além de um bom CRM e ações de marketing para gerar mais contratos e aumentar a prospecção de novos clientes.

7. Acompanhar a tecnologia para vencer os desafios da gestão imobiliária

Em um mundo no qual a tecnologia está em constante evolução e, cada vez mais surgem novas ferramentas de inovação, diversas empresas têm investido em tecnologia para modernizar os processos e melhorar a gestão.

Uma empresa que não acompanha a evolução do mercado, tende a ser deixada para trás. Em um mercado tão competitivo quanto o de imóveis, esse seria um grande erro que poderia causar muitos prejuízos.

Apesar de acompanhar a evolução da tecnologia ser um desafio na maioria das vezes, é preciso para continuar competitivo. Portanto, para não ficar para trás e vencer todos os outros desafios citados acima, o ideal é contar com um software de gestão.

Afinal, não é novidade que administrar uma imobiliária envolve muitas tarefas, pois é preciso lidar com os clientes, corretores e processos internos. Diante desse cenário, é normal que possa ocorrer erros e outros problemas que dificultem o trabalho.

Mas, com um software de gestão para imobiliárias, é possível realizar uma série de tarefas de forma automatizada, o que facilita a gestão em diversos aspectos. Por isso, se quer superar todos os desafios da gestão de imobiliária, a melhor forma é com a ajuda de um bom software.

Conclusão

Em suma, agora você tem uma ideia melhor sobre o que é uma gestão imobiliária e quais são os principais desafios dessa área, certo? Uma gestão adequada garante uma serie de benefícios para os corretores de imóveis.

Isso inclui elaborar estratégias para aumentar as vendas e fidelizar os clientes, além de aperfeiçoar os processos. Assim é possível obter uma carreira de sucesso e promissora no mercado.

Por fim, o que achou desse conteúdo? Foi útil para você? Ainda ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então deixe o seu comentário e não esqueça de compartilhar o artigo com os seus amigos corretores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.