Como organizar a área de convívio durante a pandemia?

área de convívio organizada

Piscinas, academias, parquinhos e espaços de festas, tudo o que era atrativo do seu condomínio ou prédio precisou ser fechado como medida de proteção contra a proliferação da COVID-19. Com a flexibilização de algumas cidades e Estados, esses espaços podem voltar a funcionar, por isso separamos quatro dicas para que você possa organizar a área de convívio durante a pandemia com segurança.

Estruture o espaço

O primeiro passo para o retorno é verificar se há alguma normativa municipal ou estadual sobre esses espaços. É importante estar atualizado quanto as exigências para evitar multas! Confira os últimos decretos e siga as regras.

Mesmo que não haja uma normativa, prepare seu espaço! Coloque dispenser de álcool em gel em vários pontos dos espaços de uso comum. Em academias ou locais que as pessoas irão compartilhar objetos, deixe também materiais de limpeza para que os próprios usuários façam a higienização. Mantenha os espaços ventilados e evite a utilização de ar-condicionado.

Se possível, aumente a frequência de limpeza dos espaços compartilhados, incluindo elevadores e escadas. E não se esqueça de proteger os seus colaboradores. Estabeleça jornadas de trabalho e equipamentos de proteção para que fiquem seguros e trabalhem tranquilamente. Também determine procedimentos, caso algum funcionário apresente sintomas da COVID-19 ou tenha tido contato com casos positivos.

Atenção às regras

Após o local preparado para receber os moradores, é hora de estruturar um plano para o uso desses espaços. Pense em definir a dinâmica para cada local e deixe de forma explícita nos espaços e de forma on-line (como em grupos de WhatsApp).

O ideal é que você estabeleça um manual completo de uso. Primeiro, pense em dividir os horários da utilização do espaço, assim, um grupo familiar não terá contato com o outro. Lembre-se dos intervalos necessários para a higienização. Limite o número de pessoas nos locais e o número de vezes que cada morador pode frequentar o espaço por semana.

Para academias, determine a dinâmica de uso e indique quem será responsável por realizar a limpeza dos aparelhos: o usuário quando chegar à academia ou quando sair. Estabeleça, também, se nesses locais será ou não permitido receber visitas e determine regras, caso esse espaço seja compartilhado por mais pessoas.

É importante manter de forma acessível as regras estabelecidas para que os moradores, visitantes e colaboradores possam sempre ficar atentos no cumprimento das medidas. E fiscalize!

Defina horários

Na hora de determinar o horário para uso dos espaços, tente primeiro consultar os moradores para que eles possam opinar sobre os horários. Quando tiver mais de um querendo o mesmo horário, faça um sorteio ou defina pelo número do apartamento (o primeiro número usaria primeiro). Também é possível criar uma agenda, em que as pessoas possam previamente escolher.

Crie um canal para diálogo

Em todo o processo de abertura e determinações mantenha o diálogo aberto com os moradores! Seja aberto a ouvir ideias e propostas, todos querem a proteção da família e que o condomínio se torne um local seguro para uso.

É importante também que se mantenha a comunicação em dia para que, caso haja alguma confirmação de pessoas com COVID no condomínio, a informação seja compartilhada e medidas possam ser tomadas. Sem diálogo, os moradores podem ter receio de contar, o que afetaria todo o plano de reabertura.

A colaboração de cada um é fundamental para que o processo de reabertura funcione. Por isso, crie um canal para que as pessoas possam relatar, caso percebam algo inadequado. O objetivo não é punir ninguém, mas sim garantir a segurança de todos. Também incentive a autofiscalização com cartazes de lembretes de medidas espalhados pelos locais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.